Que dificil explicar ideias novas com palavras gastadas... Salvemos as palavras antigas e encontremos palavras novas!
Loading...

sábado, 28 de noviembre de 2009

ANGOLA - 34 ANOS DEPOIS DA OPERAÇÃO CARLOTA (1ª e 2ª Partes)





A 34 ANOS DA OPERAÇAO "CARLOTA" EM ANGOLA¡¡¡TODOS SAO CARLOTAS!!!

                                

NOTA: tudo o material que segue esta em espanhol e traduzi-o para o português para coloca-lo aqui a disposição de todos os que lhes interesse o tama.
EXPLICAÇÃO:
Quando do 30º. aniversário da "independência " de Angola (2005) chegou as minhas "mãos" um artigo escrito por um tal Jorge Gomez Barata titulado:

"11 DE NOVEMBRO EM ANGOLA: O REGRESSO DE CARLOTA"
Ler aqui: http://koeyu.blogspot.com/2005/11/11-de-noviembre-en-angola-el-regreso.html

Interpretei que o homem fazia parte do staff dos justificadores cubanos da cada dia mais injustificável invasão de mercenários cubanos, ao serviço dos russos, a Angola.



Estava escrito dentro dos términos de uma psicopolitica ligth, mais para continuar a enganar e justificar-se ante os cubanos que para cair nas mãos de uma pessoa como eu. Esses mesmos cubanos que agora (2009) já se começam a manifestar e a contar as suas verdades. www.laultimaguerra.com

Senti tanta indignação, e mais, porque quase ninguém fora dos PALOPs toca esse tema e menos ainda contando a verdade dos factos, que me senti na obrigação de reagir e escrevi um artigo titulado:

" A TRINTA ANOS DA SUA "INDEPENDÊNCIA", EM ANGOLA... TODOS SÃO CARLOTAS!"
O meu artigo foi publicado em sites cubanos e pela reacção chegou aos ouvidos do governo cubano e deve ser o motivo pelo qual o Barata se sentiu na obrigação de apelar a artilharia pesada e, como quem não quer, escreveu um novo artigo titulado:

"30 ANOS DE ANGOLA: CRÓNICA MÍNIMA"
http://www.consulcubacr.com/boletines/5.pdf

Ai já não pude com o meu génio e escrevi uma carta aberta já dirigida directamente ao Barata:

"CARTA ABIERTA AL SR. JORGE GOMES BARATA "
           Por:Maria João Soares
Ref.: SEU ARTIGO: " 30 AÑOS DE ANGOLA: CRÓNICA MÍNIMA"
Carta esta que foi publicada e depois censurada e desapareceu da net.

                                                                2ª Parte
NOTA: este e o artigo do sr. Barata que chegou as minhas mãos, traduzido ao portugues::

"11 DE NOVEMBRO EM ANGOLA: O REGRESSO DE CARLOTA"
Por: Jorge Gómez Barata

Uma escrava africana deu o nome á maior acção de apoio ao movimento de libertação nacional que existiu nunca: Operação Carlota, denominação do operativo cubano em apoio á independência de Angola, proclamada há trinta anos atrás.
A presença do domínio estrangeiro e a rebeldia angolana marcharam juntas durante cinco séculos, até que na década dos sessenta, os patriotas angolanos desataram a luta armada contra o domínio colonial.
O desenlace a favor dos lutadores pela independência foi favorecido pelo estabelecimento de um novo regime em Portugal, que após a derrota da ditadura de Oliveira Salazar, acedeu a independência de Angola que foi fixada para 11 de novembro de 1975.
As potências europeias, Estados Unidos e os racistas sulafricanos, prepararam todas as condiciones para aplicar a Angola a receita que tinha sido ensaiada na Palestina ao finalizar o mandato britânico e no Congo a partida do governador belga e que consistia em estar prontos para, ao cessar a responsabilidade de Portugal, apoderar-se do país, estabelecer um governo títere e incluso desmembra-lo.
A tão abjectos propósitos, em incrível contubérnio com a Africa do sul e o imperialismo prestaram-se os governos do Zaire, encabeçado por Mobutu, a UNITA e o seu líder, Jonas Savimbi e Holden Roberto que tinham tido certa participação na luta anticolonialista e que em atitude francamente anti-nacional, recusaram acompanhar o MPLA (Movimento para a Libertação de Angola num projecto de real independência nacional.
Impunemente, como quem participa num desfile, os racistas sulafricanos avançaram com as suas tropas desde o sul, enquanto as forças dos movimentos conhecidos como fantoches e os mercenários o faziam desde o Zaire, aproximando-se a capital.
Cuba, que desde os anos sessenta, por intermédio do comandante Ernesto Guevara estabeleceu relações e brindou apoio ao Movimento Popular para a Liberação de Angola (MPLA), ante a iminência da proclamação da independência, respondeu a solicitude de instrutores para converter as unidades guerrilhas num exército regular.
Foram aqueles 480 instrutores cubanos, postos a disposição do MPLA, constituídos apressadamente em unidades de combate que, junto as aguerridas apesar de mal armadas e escassamente treinadas Forças Populares de Libertação, fizeram frente a invasão coligada de racistas, fantoches e mercenários, propinando-lhes as primeiras e decisivas derrotas e aportando os primeiros heróis.
As arrogantes tropas sulafricanas foram contidas e obrigadas a retirar-se e, ao dar a media noite de 10 de novembro, proclamou-se a independência. Não correu champanhe, não houve discursos e muitos dos presentes partiram imediatamente para os seus postos de combate. Ninguém reparou que estavam a mudar o curso da historia e iniciando um caminho que apesar de longo, preservo a liberdade e a integridade de Angola, avançou para a independência da Namibia e conduziu ao fim do apartheid.
Ha perto de Luanda, numa pequena praia formada por um meandro do majestoso rio Kwanza, aonde, alem de um vetusto espigão, se conservam os corrais aonde se guardavam os escravos que desde aquele embarcadouro, num número cercão a aos quatro milhões, se enviaram a um sitio ao que, por ironia do destino chamavam Novo Mundo.
Nunca pude disfrutar de aquel lugar sin imaginar que desde allí, encadenada y sufrida, partió Carlota, la esclava rebelde del ingenio Triunvirato a la que con nuestra presencia ofrendábamos un magnifico desagravio."

-----------------------------------------------------------
ESTA FOI A MINHA REACÇÃO:

" A TRINTA ANOS DA SUA "INDEPENDÊNCIA, EM ANGOLA... TODOS SÃO CARLOTAS!"

Cada 11 de novembro, pode-se recordar que passou mais um ano desde que Angola, (um dos países ais ricos do mundo e com 1.240.000 k2 de superfície), deixou de ser colónia com responsabilidade social explorada pelos interesses económicos portugueses para passar a ser explorada pelos interesses económicos da União Soviética, seus aliados e seus cúmplices. E pode-se "festejar" que se tenha transformado em terra de ninguém, explorada e arrasada por quanta raça de aventureiros continua a passar por lá.

De uma colónia pedem-se contas ao colonizador, da terra de ninguém não ha a quem pedir contas, só se podem aprender lições.

Escrevo tudo isto por dois motivos: primeiro, porque esta historia e minha historia, sou uno do seus personagens. Sou branca, tenho irmãos mulatos e amigos negros com quem a comparti e continuo a compartir. Sufri, com parte da minha família, o racismo "ao contrario", discriminados por ser bancos ou mulatos...

O que e capaz de lhe fazer, a um extraordinário povo, a cobiça de unos malditos abutres que, para desgraça nossa, nasceram e continuam a nascer no mesmo planeta que nos! Nos, a quem não nos interessava para nada o petróleo, os diamantes, o urânio, o ouro, etc. enterrados debaixo dos nossos pés. A amizade, a farra aos sábados no "Muxima" ou no "Kudissanga Kua makamba", a "muamba de galinha" na casa da mama Isabel (Isabel Prado), tomar umas "Cucas" ou comer um "pirão" de peixe na " festa da ilha" com toda a "malta bué de fixe", ao som de um merengue de Minguito "e o das piquenas que encostem na barra do Minguito para escutar o que se passa..." misturado com o barulho da areia a raspar entre as solas dos sapatos e o cimento do chão dos que "puxavam o merengue". Segundo, porque o valor da historia esta em que seja escrita com a VERDADE, talvez com diferentes sentires e com diferentes ângulos de vivência mas sempre com a VERDADE, para que as lições possam ser úteis aos que queiram aprender dela.

A finais da década de 50 e durante a década dos 60 houve um incremento no acosso do abutre União Soviética, que aproveitou que o abutre Estados Unidos estava "abutriando" outros assuntos, para capitalizar o descontentamento da juventude e apresentar, como solução, a sua ideologia "comunista" em quanta universidade, seminário religioso ou outras agremiações lhe foi possível por todo o planeta. Isto ficou em evidencia em movimentos como os Montoneros, Tupamaros, etc. na América latina, na conduta de curas católicos guerrilheiros formados em seminários de Espanha, França ou Bélgica y na conduta de certo tipo de jornalistas, a quem vendiam as suas virtudes, e que lhes eram, as vezes, ingenuamente funcionais em toda a América Latina e Africa.

Para faze-lo nas colónias portuguesas de África, infiltraram-se nas universidades de Lisboa e Coimbra, apontaram a conquistar estudantes negros que manifestavam legitimas esperanças de independência, vindos delas, e ofereciam-lhes "ajuda" para formar movimentos guerrilheiros independentistas.

Assim captaram a Agostinho Neto, estudante de medicina, culto e ressentido, com as características ideais para seus fins e "ajudaram-no" a formar o MPLA (Movimento Popular para a Libertação de Angola), que no tinha, na época, militantes, mas que, com o tempo, conseguiu a simpatia de uma parte dos jovens de Luanda que tinham por moda ser "comunistas". (morreu de "câncer" em 1979).

Procuraram captar a Jonas Savimbi, também estudante de medicina, mas as ideias deste foram detectadas pelo governo portugués que o prendeu em Lisboa. Ao ser libertado foi para a Suíça aonde estudou ciências políticas. Depois da sua graduação viajou a União Soviética e a China aonde fez a sua formação militar. Nunca conseguiram convencê-lo a colaborar para que Angola deixa-se de ser explorada por uns interesses para passar a ser explorada por outros. Instalou-se na mata, no sul do país e continuou a lutar pelos seus próprios ideais. Formo a UNITA (União Nacional para a Independência Total de Angola) apoiado silenciosamente por uma maioria da população angolana que anelava uma verdadeira independência para Angola. Financiado pelos diamantes que extraía do solo da zona em que se instalou e, aproveitando a conjuntura de interesses paralelos com a Africa do sul, aceitou a sua ajuda.

(A Africa do sul lutava contra os guerrilheiros da SWAPO, (Organização do Povo da África do Sudoeste (em inglês, South West Africa People’s Organization, SWAPO), que tinham a suas bases de treinamento de guerrilheiros no sul de Angola). (assinaram-no com a cumplicidade do governo da Tanzânia, em 2002 e atiraram o seu corpo, depois de vários dias, no sul de Angola).

Para não estar ausente, Estados Unidos com o Holden Roberto, (pessoa de origem duvidosa de quem se conhece muito pouco dos seus antecedentes) formou a FNLA (Frente Nacional para a Libertação de Angola), com bases de treinamento localizadas no Congo e sem aceitação entre os angolanos. (nunca mais escutei falar dele.)

Oliveira Salazar morreu em 1970 isso torna impossível a afirmação corrente de que se lhe fez um golpe de estado no dia 25 de abril de 1974. O golpe de estado, em Portugal, foi contra o governo de Marcelo Caetano que estava preparando o processo de independência das colónias de una forma gradual ou o menos traumática possível, tendo em conta a sua população e os movimentos independentistas existentes. Isto fez com que a União Soviética se apressara em derrota-lo e substitui-lo por um governo afim aos seus interesses que as entregasse directamente a eles. Conseguiu-o apoiando a um grupo de capitães jovens e descontentes com a cumplicidade de Álvaro Cunhal, presidente do Partido Comunista Portugués de Mário Soares presidente do Partido Socialista, (quem, depois da "independência", se meteu em todo o tipo de negociados corruptos em Angola; desde diamantes hasta marfim).

O novo governo portugués, funcional á União Soviética, em vez de preparar uma transição para a independência de Angola, tendo em conta que os seus três movimentos independentistas (MPLA, UNITA e FNLA), ao ser esta independente, deixavam de ter razão de ser, que passavam á categoria de simples partidos políticos, e incluir eleições nas negociações, marcou a independência para o dia 11 de novembro de 1975, vendeu a entrega do governo do país directamente ao MPLA ficando a presidência da republica Agostinho Neto, criando assim as condições necessárias para transformar o país num barril de pólvora. http://havanaluanda.wordpress.com/

Na madrugada de 25 de abril de 1974 acompanhei o meu pai a uma reunião na fortaleza de São Miguel, em Luanda, aonde se juntaram um grupo de cidadãos representativos de vários sectores da sociedade com o governador (simpatizante da causa angolana), entre os presentes considerou-se a alternativa de não aceitar o novo governo português e declarar esse mesmo dia a independência de Angola, armar um governo provisório e chamar a eleições. Infelizmente alguns duvidaram... Poucas vezes os cidadãos comuns estamos preparados para ser colocados nas "rotundas" da historia aonde se tem a possibilidade e a responsabilidade de poder decidir, por todo um povo, o caminho a seguir e menos temos a coragem e a sabedoria para executar essa decisão.

Pouco depois da "independência" a União Soviética materializou a invasão dos mercenários cubanos que selou a desgraça que acompanha a esse povo ate aos dias de hoje e que faz de ele um povo cheio de records; o que tem uma das mais baixas esperanças de vida do planeta, (36 anos), o maior numero de minas pessoais enterradas, o maior numero de mutilados por elas, una mortandade infantil de 20 crianças de cada 100, una alfabetização de 28% nas mulheres e de 40% nos homens, etc. Que o transformou numa terra de contrastes; aonde o estoicismo, a ingenuidade e a solidariedade do povo convivem com as piores mazelas e vícios que o capitalismo abutre mundial pode provocar numa terra de ninguém (lastima que nessa época Fidel Castro ainda no tinha aprendido que es preferível invadir países com médicos e programas de alfabetização do que com mercenários e armas).

Jonas Savimbi, costumava dizer que passou grande parte da sua vida a lutar por libertar a Angola do domínio portugués e que a outra a estava a passar a lutar por liberta-la da exploração e barbárie dos soviéticos.

Hoje, que já não existe a URSS, está empossado no seu governo, há mais de 26 anos, o mesmo lacaio, José Eduardo dos Santos, e a sua camarilha de corruptos que, ao igual que a maioria dos governos do "terceiro mundo" de princípios deste século XXI, é servil, não tem ideias próprias nem dignidade. A sua única ambição é continuar a manter-se no poder aonde estão. Funcionais aos interesses económicos das multinacionais sem distinção de bandeiras políticas e quer sejam eles norte-americanos, chineses, russos, ingleses, portugueses, franceses, espanhóis, etc.

Dentro deste país o povo deambula como um convidado de pedra fantasma ao que neguem vê salvo algumas ONGs que sim o "vêem" só para continuar a tirar proveito dele, como as encarregadas de eliminar as minas pessoais, que cobram dinheiro por cada mina que desarmam, por isso quando desarmam 100, "alguém" lhes faz o favor de "plantar" 200.

Al serviço da URSS, a meados da década de 1960 tinham começado a chegar ao continente africano, principalmente a Angola, cubanos, especialistas em guerrilhas.

Não obstante, não foi senão até 1976 quando o seu satélite, Cuba, materializou o envio de 50.000 mercenários transportados por aviões soviéticos que chegaram com o nome de "Operação Carlota" para consolidar o governo títere de Agostinho Neto, pela força das armas e assim apoderar-se do país. Como recompensa pela simbólica devolução da escrava "Carlota", Cuba recebeu do governo soviético "ajuda" económica (dinheiro do petróleo ordenhado ao solo angolano), pelo montante de perto de 3 milhões de dólares por dia, durante os más de 10 anos que os sus mercenários permaneceram lá.

Para faze-lo más compreensível, hoje em dia, a qualquer a quem lhe interesse a historia, pode-se dizer que o que os Estados Unidos fez e continua a fazer com o Iraque é exactamente o que a União Soviética fez com Angola: o seu "Sadan" eram os portugueses que lá viviam. Os seus terroristas eram o povo angolano digno e que não era "comunista". O seu exercito invasor foram os mercenários cubanos que mataram até deixarem bem instalados os seus lacaios no "governo". Compartiram o mesmo sistema de financiamento da invasão; com o petróleo do país invadido e o mesmo desprezo pela vontade e a vida de qualquer dos seus cidadãos.

Para entristecer-se os angolanos não necessitam pensar que, da "Barra do Kwanza", partiu, condenada á escravidão, há 400 anos, una mulher chamada Carlota, porque, alem disso, se teve descendentes, estes agora já nasceram livres. Basta com que vejam a sua própria realidade e pensem no seu próprio presente; em pleno século XXI e 30 anos depois do dia em que lhes venderam o "espelhinho" da independência, transformaram-lhes o pais em colónia sem responsabilidade social, são mais escravos que Carlota porque são escravos do capricho dos lacaios do Imperialismo Económico mundial que usurpam o seu governo e não teem nem sequer a certeza de que, pelo menos, os seus filhos, algum dia, conheçam a dignidade, o orgulho de ser eles mesmos, a alegria de recuperar a sua própria identidade e de construir o seu próprio futuro.

Maria Joao Soares

ANGOLA - 34 ANOS DEPOIS DA OPERAÇÃO CARLOTA (3ª Parte)



O meu artigo anterior foi publicado em sites cubanos e pela reacção chegou aos ouvidos do governo cubano e deve ser o motivo pelo qual o Barata se sentiu na obrigação de apelar a artilharia pesada e, como quem não quer, escreveu um novo artigo titulado:

"30 ANOS DE ANGOLA: CRÓNICA MÍNIMA"

A carta aberta que escrevi já dirigida directamente ao Barata:
Carta esta que foi publicada e depois censurada e desapareceu da internet.

"CARTA ABERTA AL SR. JORGE GOMES BARATA "

Por: Maria João Soares

Ref.: o seu artigo: " 30 ANOS DE ANGOLA: CRÓNICA MÍNIMA"

NOTA: A partir de aqui vou transcrever só a minha "CARTA ABERTA..." para não repetir o trabalho já que nela esta reproduzido textualmente o artigo do Barata alternativamente com a minha contraposição.
Vou faze-lo em dois tipos de letra diferentes para que se torne mais pratico e compreensível para o leitor o sentido do conteúdo.
-----
"SOU ANGOLANA, VERDADEIRAMENTE ANGOLANA, DESSAS QUE TÊM FAMÍLIA DE TODAS AS CORES E TÊM LAÇOS DE SANGUE COM A TERRA. (O MEU PAI MORREU LÁ EM 1999, ESTA ENTERRADO NO CEMITÉRIO DO ALTO DAS CRUZES EM LUANDA PORQUE ERA AÍ AONDE QUERIA SER ENTERRADO).

LI HA ALGUMAS SEMANAS UM ARTIGO SEU SOBRE ANGOLA E PENSEI QUE TINHA SIDO ESCRITO POR ALGUÉM QUE TINHA UMA MÁ VERSÃO DA HISTORIA DE ANGOLA, O QUE SERIA MUITO NATURAL QUE FIZESSE QUEM LA NÃO VIVEU, OU POR ALGUÉM COM MENOS DE 30 ANOS QUE NÃO TEM REGISTO DE TODOS OS SEUS CAPÍTULOS.

PENSEI QUE SERIA BOM DAR A MINHA VERSÃO PARA QUE VERSÕES COMO A SUA NÃO "ATIRASSEM TERRA AOS OLHOS DA HISTORIA" PARA DEIXA-LA MUTILADA, E ASSIM O FIZ.

NUNCA ESPEREI QUE O SR. VOLTASSE A ESCREVER OUTRA VERSÃO PIOR AINDA QUE A PRIMEIRA! ESTA JÁ NÃO É UMA MÁ VERSÃO FRUTO DE UMA SUPOSTA MÁ INFORMAÇÃO, ESTA ESTÁ FEITA COM AS REGRAS DOS LIVRETES PROPAGANDISTAS QUE USAM OS SISTEMAS PERVERSOS. ESTA DIRIGIDA Á "ENTIDADE" MAIS INDEFESA E PERIGOSA QUE TEM A HUMANIDADE: O "TODO O MUNDO SABE", UMA ENTIDADE SEM IDENTIDADE JURÍDICA, MAS CUJA SENTENÇA É IRREVOGÁVEL, CONSTITUÍDA POR DESENFORMADOS CIDADÃOS DO MUNDO, CRÉDULOS E INCAUTOS, CONSUMIDORES DE "HAMBURGUESAS INFORMATIVAS", PARA FAZE-LOS ACREDITAR NO "PAI NATAL", DE QUE CUBA POR ALTRUÍSMO AJUDOU A ANGOLA A DEFENDER-SE DE EXÉRCITOS FANTASMAS.

ACHO QUE BUSH OU OUTRO PRESIDENTE DE ESTADOS UNIDOS, PODE CHEGAR A COPIA-LA PARA USA-LA COMO DISCURSO ADAPTANDO-A AO IRAQUE, CLARO! COLOCANDO, EM VEZ DOS "IMPERIALISTAS", "COLONIALISTAS", ETC. QUE O SR. USOU OS "NOVOS" FANTASMAS "TERRORISTAS". (NOME ESTE QUE JÁ ESTEVE DE MODA HA CINCO DÉCADA ATRAS, MAS QUE ESTEVE DE FERIAS ENQUANTO O SUBSTITUIRIAM POR "IMPERIALISTAS" E "COMUNISTAS")

QUALQUER LEITOR INTERESSADO NA HISTORIA SABE QUE NA POLÍTICA NO HÁ CARIDADE!

SR. BARATA, UM LATINO-AMERICANO QUE TENHA INTERESSE EM LER ALGUMA COISA SOBRE UM PAÍS TÃO POUCO CONHECIDO E MENCIONADO COMO ANGOLA, NÃO É PRECISAMENTE UM INCAUTO OU UM IDIOTA A QUEM SE POSSA VENDER "HAMBURGUESAS DE INFORMAÇÃO" HISTÓRICA".

CONCEDO-LHE O BENEFICIO DE PENSAR QUE FOI OBRIGADO A ESCREVER O SEGUNDO ARTIGO PELOS "HISTORIADORES OFICIAIS" DE FIDEL CASTRO POR TER TIDO A INCAUTA INGENUIDADE DE TER MENCIONADO, NA IMPRENSA CUBANA, UM DOS "ESQUELETOS" QUE O GOVERNO DELE TEM ESCONDIDOS NO "ARMÁRIO".

AO ESCREVER O ARTIGO ANTERIOR, PENSOU QUE ESTAVA A FAZER O CORRECTO, (REFORÇANDO A IMAGEM DE UM GOVERNO QUE FAZ DA LIBERDADE A SUA BANDEIRA), SEM TER EM CONTA QUE DURANTE O GOVERNO DE FIDEL HÁ VÁRIOS CAPÍTULOS AO LONGO DO TEMPO E QUE A QUE INVADIU ANGOLA FOI A DE LACAIO DA UNIÃO SOVIÉTICA. CREIO QUE TAMPOUCO PENSOU QUE O SEU ARTIGOZINHO LIGTH SALTARIA A FRONTEIRA DE CUBA E PODERIA SER LIDO, NALGUM LUGAR DO MUNDO, POR ALGUMA DAS POUCAS PESSOAS QUE SABEM A VERDADE E QUE A PODEM CONTAR SEM A DETURPAÇÃO DE INTERESSES CRIADOS OU DA VERGONHA DE TER SIDO ENGANADOS E USADOS COMO IDIOTAS ÚTEIS.

- O SEU ARTIGO COMEÇA DIZENDO:
"Com discrição e sobriedade, humildemente, na Havana finalizaram as celebrações pelo trigésimo aniversario da missão militar cubana em Angola, conhecida como “Operação Carlota”"

- CLARO QUE MÁS LHES VALE QUE SEJA SIMPLES E PASSE DESAPERCEBIDA. E SE NÃO FOSSE PORQUE A ESSAS MÃES É PRECISO ENTRETE-LAS COM "VERSOS" HERÓICOS JUSTIFICATIVOS (IGUAIS AOS DISCURSOS DE BUSH ÁS MÃES E FAMILIARES DOS CAÍDOS NO IRAQUE) ANTES DE QUE SE LEMBREM DE COMEÇAR A PEDIR ALGO MAIS QUE COMEMORAÇÕES PELA VENDA DO SANGUE DOS SEUS FILHOS E SE TRANSFORMEM NOUTRAS "MÃES DA PRAÇA DE MAIO", JÁ NEM SE COMEMORARIA NADA. HOJE, A FIDEL JÁ NÃO LHE GASTARÁ NADA RECORDAR-SE DE ESSE EPISÓDIO DA SUA HISTORIA, PORQUE EL SIM SABE A VERDADE E SEGURAMENTE, QUE NO CENÁRIO ACTUAL ES UM EPISÓDIO QUE O COLOCA NUM PLANO MUITO SIMILAR AO DE SEU INIMIGO BUSH.

- CONTINUA DIZENDO:
" Não houve desfiles, promoções nem condecorações, não se invocaram os nomes dos chefes nem se levantaram estatuas, só se honrou-se uma frase do gral. San Martin: “O dever deve cumprir-se com simplicidade e naturalidade”.

- PALAVRAS SACROSSANTAS PARA OS CUBANOS QUE OBEDECERAM Á ORDEM DE FIDEL DE ¡EMBARCAR E ACABOU-SE!

- CONTINUA DIZENDO:
"Apesar de que se narre com poucas palavras e se celebre sem fanfarras, a “Operação Carlota” foi a mais importante operação combativa desde a II Guerra Mundial..."

EXACTAMENTE ESTO, TALVEZ SEJA O QUE ESCREVERÃO OS NORTE-AMERICANOS SOBRE A "OPERAÇÃO LIBERDADE DURADOURA" NA SUA HISTORIA OFICIAL DENTRO DE ALGUNS ANOS.

- CONTINUA DIZENDO:
" ...a acção revolucionaria mais audaz."

-CONTRA QUEM LUTARAM?
-DE QUEM LIBERTARAM O PAÍS SE O GOVERNO PORTUGUÊS ACEITOU A INDEPENDÊNCIA PARA NOV/75 E VOCÊS CHEGARAM DEPOIS?

NÃO FOI UMA ACÇÃO REVOLUCIONARIA, FOI A FOI UMA INVASÃO ESTRANGEIRA USADA PARA INSTALAR EM ANGOLA UM GOVERNO PRÓ SOVIÉTICO CONTRA A VONTADE DE UM POVO.

A MEDIDA QUE CONTINUA A SUA PERORADA MAIS SE PARECE A ALGO QUE PODEM COPIAR OS BUSHISTAS PARA A SUA HISTORIA NO DIA DE AMANHÃ!

- CONTINUA DIZENDO:
"Quinze anos de intensos combates, num teatro de operações de um milhão 200 000 quilómetros quadrados, a quase 11 000 quilómetros de distancia de Cuba, no que se deram acções combativas que envolveram mais de 300 000 combatentes cubanos e não menos de 200 000 angolanos, sulafricanos e zairenses. Em total, mais de meio milhão de homens..."

- COMO SE MODIFICARAM OS SEUS NÚMEROS! NO ARTIGO ANTERIOR ERAM SÓ 480 INSTRUTORES CUBANOS... CLARO! AGORA OBRIGARAM-NO A ESCREVER 300.000. LA CIFRA REAL FORAM PERTO DOS 50.000 GUERRILHEIROS E OUTROS MAIS COM OUTRAS "APTIDÕES". MAS SÃO FÁCEIS DE EXPLICAR ESTAS TRÊS CIFRAS TÃO DIFERENTES:

A SUA CIFRA (VERSÃO PARA CIRCULAÇÃO EXCLUSIVA DENTRO DE CUBA: 480 INSTRUTORES, ES RAZOÁVEL, DENTRO DO CONTEXTO MODERADO DO SEU PRIMEIRO ARTIGO, É APRESENTADA COMO UM APOIO TÉCNICO MODERADO A UM EXERCITO ESTRANGEIRO EM FORMAÇÃO, NUMA REPUBLICA RECÉM INAUGURADA. UM SOLIDÁRIO E HERÓICO RELATO PARA FICAR REGISTADO NA HISTORIA OFICIAL CUBANA FUTURA. ATREVO-ME A DIZER QUE TALVEZ SEJA A VERSÃO QUE FIGURA NOS LIVROS DE HISTORIA DOS ALUNOS CUBANOS ACTUALMENTE.

A MINHA CIFRA: 50.000, A REAL CONTADA PELO QUE EXERCEU O CARGO DE CHEFE DA INTELIGÊNCIA DE ANGOLA, UM GENERAL, TREINADO NA UNIÃO SOVIÉTICA, AMIGO MEU DE INFÂNCIA, QUE COINCIDE COM OS NÚMEROS DA CIA E COM O QUE ESCREVEU NIXON NOS SEUS APONTAMENTOS.

A CIFRA DO FOLHETO PROPAGANDISTA "FOR EXPORT" DE FIDEL, ASSINADO POR VOCÊ: 300.000; SEGURAMENTE QUE FOI POR ESSE NUMERO DE MERCENÁRIOS QUE FIDEL PASSOU A FACTURA Á UNIÃO SOVIÉTICA E NO QUE SE PUBLIQUE NO ESTRANGEIRO, COMO ESTE SEU ARTIGO NO BOLETIM DA EMBAIXADA CUBANA EM COSTA RICA, OS NÚMEROS TÊM QUE COINCIDIR COM O FACTURADO).

- CONTINUA A DIZER NO SEU ARTIGO:
"...uma empresa que influiu notavelmente na historia de todo um continente."

- OBRIGADA E FELICITAÇÕES PELO "TRABALHO"! É POR ISSO QUE O CONTINENTE, 30 ANOS DEPOIS, ESTA COMO ESTA!

- CONTINUA O SEU ARTIGO:
"...as tropas cubanas, combateram contra sulafricanos e zairenses, mercenários y bandas nativas, nos quatro pontos cardais."

- SR. BARATA, O QUE SÃO "BANDAS NATIVAS"? NEM OS NORTE-AMERICANOS SE ATREVERAM A TANTO... A CHAMAR "BANDAS NATIVAS" AOS IRAQUIS QUE ESTÃO NA SUA PÁTRIA... O SERÁ QUE OS DENOMINA ASSIM PELA COR DA SUA PELE? TALVEZ SE LHE TENHA ESCAPADO O PORMENOR DE QUE TODOS SOMOS NATIVOS DE ALGUM LUGAR, QUE A COR DA PELE É SÓ UMA CARACTERÍSTICA GENÉTICA E QUE TODOS MERECEMOS RESPEITO.

(SORTE DE BUSH QUE TEVE QUEM LHE INVENTASSE UMA "AL QUEDA" PARA PODER TER A "ELEGÂNCIA" DE CHAMAR TERRORISTAS AOS INTEGRANTES DAS "BANDAS NATIVAS" IRAQUIS).

- VOCÊ DIZ:
"Com os seus aviões e barcos, organizados pela intendência e os serviços logísticos das suas forças armadas, Cuba realizou o traslado de um grupo militar que nalgum momento chegou a dispor de 50.000 homens, equipados com tanques, aviões, artilharia pesada, armamento antiaéreo, meios, engenheiros, e todos os equipamentos que necessita uma tropa em campanha, entre eles munições, combustíveis, serviços médicos e alimentação."

- VIVAM AS MEIAS VERDADES MISTURADAS COM MENTIRAS! LOS AVIÕES, AS ARMAS, A LOGÍSTICA, A ORGANIZAÇÃO E OS INTERESSES FORAM SOVIÉTICOS. SÓ OS GUERRILHEIROS FORAM ALUGADOS A CUBA POR UM PAGAMENTO ANUAL.

OS ESCASSOS MEDICAMENTOS, ALIMENTAÇÃO, A AGUA, ETC. QUE TINHAM OS ANGOLANOS ERAM LOS CUBANOS QUE OS SAQUEAVAM QUANDO LHES FALTAVA. AS MUTILAÇÕES, O PALUDISMO E O SIDA ACOMPANHARÃO A MUITOS DOS QUE SOBREVIVERAM ATÉ AO FINAL DE SEUS DIAS.

- VOCÊ DIZ:
"Durante as operações os efectivos cubanos desbravaram selvas, construíram caminhos, pontes, aeroportos, túneis, domaram caudalosos rios, venceram montanhas e atravessaram o deserto, defenderam grandes cidades, incluindo a capital."

- A QUE CAMINHOS SE REFERE SR. BARATA? AOS QUE SAEM DO LUGAR AONDE SE ROUBA O PETRÓLEO E OS DIAMANTES E VÃO ATÉ AOS PORTOS AONDE OS EMBARCAM? ATÉ AS VIAS DOS CAMINHOS DE FERRO FORAM E CONTINUAM A SER SAQUEADAS! CREIO QUE NUNCA PÔS UM PÉ EM ANGOLA. NOA HÁ CAMINHOS! ESTA TUDO DESTROÇADO , HA MINAS PESSOAIS ENTERRADAS POR TODO O PAÍS. NÃO HA GRANDES CIDADES! A ÚNICA GRANDE É LUANDA QUE QUANDO VOCÊS CHEGARAM TINHA 400.000 HABITANTES E HOJE TEM 2.200.000, NÃO PORQUE OS ANGOLANOS SE TENHAM MULTIPLICADO MAS SIM PELA INVASÃO PERMANENTE DE ESTRANGEIROS AVENTUREIROS AO SERVIÇO DE INTERESSES ESPÚRIOS E DE CIDADÃOS ANGOLANOS QUE FUGIRAM ESPAVORIDOS DAS CIDADES DO INTERIOR AONDE VIVIAM PARA ENCONTRAR COMIDA E REFUGIO.. A ÚNICA FORMA MAIS OU MENOS SEGURA DE SAIR DE LUANDA PARA OUTRAS CIDADES É DE AVIÃO, O QUE TEM A CORAGEM DE IR POR TERRA NÃO SABE SE CHEGA VIVO AL POVOADO SEGUINTE. PARA EXPLICA-LO GRAFICAMENTE ANGOLA ES HOJE UM IRAQUE COM A DIFERENÇA DE QUE A SUA LAPIDAÇÃO JÁ DURA HA 30 ANOS.

- VOCÊ DIZ:
"...as condições que impõe a pobreza, agravada por una guerra de enormes proporciones."

- ANGOLA NÃO ERA NEM É POBRE. O PBI DE ANGOLA CRESCIA 16% AO ANO. A SUA POPULAÇÃO ESTA EMPOBRECIDA PORQUE FOI E É SAQUEADA PERMANENTEMENTE POR ESTRANGEIROS COM A ANUÊNCIA DO GOVERNO "NACIONAL" QUE VOCÊS AJUDARAM A INSTALAR.

- VOCÊ DIZ:
"O saldo da operação Carlota não pode ser melhor: Angola preservo a sua independência e a sua integridade territorial, o seu petróleo, os seus diamantes e o seu café,

- ACHO QUE DEVIA TER A DECÊNCIA DE SE POR NO SEU LUGAR SR. BARATA. A "OPERAÇÃO CARLOTA" FOI UMA OPERAÇÃO SOVIÉTICA. CUBA SÓ PÔS A MÃO DE OBRA, MELHOR DITO A CARNE PARA O CANHÃO. ASSIM QUE DEIXE AOS SOVIÉTICOS A TAREFA DE SE "VANGLORIAREM" DELA. NÃO PRETENDA ATRIBUIR A CUBA UM PROTAGONISMO QUE NÃO TEVE, E NESTE CASO COM MAIS RAZÃO, JÁ QUE NÃO É UM PROTAGONISMO DIGNIFICANTE. POR ALGUMA RAZÃO OS SOVIÉTICOS, (Brezhnev), TERCEIRIZARAM O TRABALHO SUJO E TAMBÉM POR ALGO YELTSIN E PUTÍN NUNCA SE REFERIRAM A ELA.

QUE INDEPENDÊNCIA TEM ANGOLA? A MESMA QUE TEM HOJE O IRAQUE! É TÃO DONA DO SEU PETRÓLEO, DOS SEUS DIAMANTES, ETC. COMO O POVO IRAQUI É HOJE DONO DO SEU PETRÓLEO!

- VOCÊ DIZ:
"...fizeram-se fanicos os planos dos Estados Unidos e da OTAN para a África austral,..."

- COMO QUE SE FIZERAM FANICOS OS PLANOS DE ESTADOS UNIDOS? SE QUANDO BUSH TOMO POSSE DA PRESIDÊNCIA NO ANO 2000 UNO DOS PRIMEIROS QUE CORREU PARA RECEBER A BENÇÃO E O MANUAL DE TAREFAS FOI EDUARDO DOS SANTOS (ACTUAL PRESIDENTE DE ANGOLA E DESDE 1979). BUSH PEDIU-LHE QUE PREPARASSE UMAS ELEIÇÕES Light, DENTRO DE UM PRAZO DE DOIS ANOS, PARA JUSTIFICAR A RENOVAÇÃO DA SUA CREDENCIAL "DEMOCRÁTICA", DEPOIS, COMO O SEU ADVERSÁRIO POLÍTICO, JONAS SAVIMBI, (PRESIDENTE DE U.N.I.T.A.) PODIA GANHA-LAS, LOS AMERICANOS FIZERAM-LHE O GRANDE FAVOR DE ASSASSINA-LO EM 2002. E ASSIM JÁ "NÃO FOI POSSÍVEL CHAMAR A ELEIÇÕES POR FALTA DE CONTENDENTE E PORQUE DEMORARIA FORMAR UM "MEMBRO DA UNITA" QUE SE LHES PRESTASSE AO JOGO, (DE SEGURO JÁ ESTARÃO A FORMAR ALGUM EM Harvard, A UNIVERSIDADE MAIS ESPECIALIZADA EM DOUTORAR VENDE PÁTRIAS E FALIDORES DE ESTADOS). E. DOS SANTOS CONTINUA... NÃO ME DIGA QUE TANTA "GENEROSIDADE NORTE-AMERICANA É TAMBÉM DESINTERESSADA... POR FAVOR! NÃO OFENDA A INTELIGÊNCIA ALHEIA! OS NORTE-AMERICANOS ESTÃO A ROUBAR ANGOLA COMO QUALQUER OUTRO DOS ABUTRES QUE LA ESTÃO, AI COMEM TODOS. SÓ ASSIM SE EXPLICA O SILENCIO DO "MUNDO"!

- VOCÊ DIZ:
"...obrigou-se os racistas a sentarem-se á mesa de negociações, forçou-se a aplicação da Resolução 435 para a independência da Namibia e apressou-se o fim do apartheid."

- QUE INGENUIDADE AFIRMAR QUE OS SULAFRICANOS RECUPERARAM A SUA DIGNIDADE. OUTROS, QUE DEIXARAM DE SER MASSACRADOS POR CAPATAZES BRANCOS E PASSARAM A SÊ-LO POR CAPATAZES NEGROS. OU PENSA QUE ALGUM DOS GOVERNOS AFRICANOS DE HOJE RESPONDE AOS INTERESSES NACIONALISTAS E PATRIOTAS DOS SEUS CIDADÃOS?

- VOCÊ DIZ:
"Além do contingente militar serviram em Angola, em qualidade de colaboradores civis os assessores, ao redor de 50 mil trabalhadores e especialistas, principalmente médicos e professores, construtores, economistas, jornalistas, treinadores desportivos, promotores culturais, instrutores de arte e especialistas em dezenas de funções. Numerosos elencos artísticos actuaram para as tropas e para a população."

- ESTA SEGURO DE QUE TODOS ESSES MARAVILHOSOS MESTRES, ESPECIALIZADOS, NÃO DESEMBARCARAM NOUTRO PAÍS? OU DE QUE TINHAM AS PASSAGENS MAS NÃO EMBARCARAM? PORQUE EM ANGOLA HAVIA CUBANOS CIVIS, ESFOMEADOS E ESFARRAPADOS, VIVENDO EM CASAS DE FAMÍLIAS ANGOLANAS QUE COMPARTIAM COM ELES O POUCO QUE TINHAM. SE TUDO O QUE TÃO DESCARADAMENTE DESCREVE FOSSE VERDADE HOJE ANGOLA TERIA QUE SER UM LUGAR UM POUCO MELHOR.

- VOCÊ DIZ:
"Para os dirigentes cubanos, servir e trabalhar em Angola ou para aquela missão, chegou a ser imprescindível "

- CLARO QUE FOI IMPRESCINDÍVEL! CASTRO COBRAVA Á UNIÃO SOVIÉTICA PELO ALUGUER DOS SUS CIDADÃOS, O QUE NO LÉXICO ACTUAL SE EXPLICARIA COM LA FRASE: "SOLUCIONOU O PROBLEMA DE DESEMPREGO" EXPORTANDO MÃO DE OBRA.

O MÉRITO DOS POBRES MERCENÁRIOS É QUE, COM O DINHEIRO QUE COBRAVA CASTRO PELO SEU ALUGUER, TALVEZ AJUDAVAM A VIVER UM POUCO MELHOR OS QUE ESTAVAM EM CUBA.

fim da 3a. Parte (continua)

ANGOLA - 34 ANOS DEPOIS DA OPERAÇÃO CARLOTA (4ª Parte)



                            
- VOCÊ DIZ:
"De tê-lo querido, Cuba podia ter proclamado uma vitoria em toda a linha e agora podia festeja-la amplamente. Não o fez porque não combateu para humilhar a ninguém nem demostrar força ou poderio e houvesse preferido não faze-lo."

- Há! Há! Há! Ja! NÃO ME FAÇA RIR! CUBA PODERIA E PODE PROCLAMAR O QUE SE LHE DÊ NA GANA... MAS A VERDADE SEMPRE SERRA A VERDADE E A ÚNICA DIGNA DE SER CONTADA PARA QUE EM CADA CASO, SEJA TIDA EM CONTA OU EVIDENCIADA COMO ERRO, PARA QUE NÃO VOLTE A REPETIR-SE.

COMO VÃO A PROCLAMAR UMA "VICTORIA" SE O SEU PROTAGONISMO NELA FOI APENAS O DE "MERCENÁRIOS ALUGADOS, AO SERVIÇO DE OUTREM"? LOS ACTORES DE ESTA TRAGÉDIA FORAM:

- OLIVEIRA SALAZAR, QUE NÃO TEVE A CAPACIDADE DE LER NAS ENTRELINHAS DOS ACONTECIMENTOS A DESGRAÇA QUE SE AVIZINHAVA SOBRE OS HABITANTES DAS COLÓNIAS, PRINCIPALMENTE OS DA MAIS RICA, ANGOLA, E POR TANTO NÃO TER AQUIESCIDO E ADMINISTRADO A SUA INDEPENDÊNCIA DE FORMA PACIFICA, ORGANIZADO ELEIÇÕES DE FORMA A DEIXAR ANGOLA EM MÃO DE QUEM OS ANGOLANOS VOTASSEM LIVREMENTE.

- MARCELO CAETANO, QUE, COM A SUA MENTALIDADE PEDAGÓGICA DE PROFESSOR, NÃO TEVE CORAGEM PARA FAZER HISTORIA DEIXOU ESPAÇO PARA QUE ABUTRES SEM ESCRÚPULOS NEM SENTIDO DE PARTIA COMO MÁRIO SOARES, ÁLVARO CUNHAL E FANÁTICOS COMO ROSA COUTINHO SERVISSEM DE PONTE PARA QUE SE INSTALE DIRECTAMENTE UM GOVERNO PRÓ SOVIÉTICO EM PORTUGAL.

- A JUNTA MILITAR QUE TOMO O GOVERNO EM PORTUGAL, ENCABEÇADA PELO DESEQUILIBRADO GRAL. SEPINOLA, QUE NÃO TINHA NENHUMA INTENÇÃO DE PREPARAR ELEIÇÕES, ANTES DE ABANDONAR ANGOLA, TENDO EM CONSIDERAÇÃO, PELO MENOS, OS TRÊS PARTIDOS POLÍTICOS PRINCIPAIS. (A ESTA ALTURA JÁ NÃO HAVIA JUSTIFICATIVO PARA MOVIMENTOS INDEPENDENTISTAS), E QUE VENDEU ANGOLA AOS RUSSOS COMO QUEM VENDE UMA SANZALA COM TODOS OS SEUS HABITANTES INCLUÍDOS.

- A UNIÃO SOVIÉTICA, QUE, APÓS INSTALAR UM GOVERNO AFIM EM PORTUGAL, NEGOCIOU COM ESTE LA ENTREGA DE ANGOLA DIRECTAMENTE AL MPLA E AO SEU "AFILHADO" AGOSTINHO NETO SEM OUTRAS CONSIDERAÇÕES.

- O POVO ANGOLANO QUE NÃO ESTAVA PREPARADO ME ALERTA PARA TOMAR AS DECISÕES CORRECTAS. POR NÃO TER DESCONHECIDO O GOVERNO INSTALADO EM PORTUGAL EM ABRIL DE 1974, DECLARADO A INDEPENDÊNCIA DE ANGOLA NESSE MESMO DIA, TER DESARMADO E EMBARCADO AS FORÇAS MILITARES E POLICIAIS PORTUGUESAS PARA PORTUGAL, FORMADO UM EXERCITO NACIONAL DE CIDADÃOS ANGOLANOS E DEFENDER A SUA SOBERANIA.

NEM CUBA NEM FIDEL CASTRO FORAM PROTAGONISTAS NESTA HISTORIA. SÓ FIZERAM O "TRABALHO SUJO", PAGO, E QUE AO GOVERNO SOVIÉTICO NÃO LHE CONVINHA FAZER. NÃO PASSOU DE SER UMA TERCERIZADA A QUEM A UNIÃO SOVIÉTICA CONTRATOU PARA QUE LHES ALUGUE OS MERCENÁRIOS QUE TENHAM A MISSÃO DE "DESAPARECER DO MAPA" A TODO O CIDADÃO QUE SE RESISTISSE Á INSTALAÇÃO DO SEU GOVERNO FANTOCHE NO SEU PAIS.

- VOCÊ DIZ:
"Durante toda a campanha, a pesar das tensões que a guerra impõe e da juventude dos soldados e oficiais, não houve um só caso, nem sequer uma queixa de que alguma mulher angolana tivesse sido ofendida, nenhuma autoridade local o tradicional resultou desconhecida e nenhum símbolo o instituição foi menoscabado. Nunca uma arma cubana apontou, ameaçou ou serviu para intimidar a um cidadão daquele país e jamais a população angolana repudiou a um combatente cubano."

- PERGUNTO: DE QUE ANGOLA ESTARÁ A FALAR? OS MULATINHOS E ALGUNS COM OLHOS CLAROS QUE PARIRAM AS MULHERES DAS VIOLAÇÕES DE CUBANOS E RUSSOS, ETC., AS QUE FORAM ABANDONADAS POR "AMANTES" CUBANOS COM UNS QUANTOS FILHOS PELOS CUBANOS QUE VOLTARAM A CUBA E NUNCA MAIS SE FIZERAM CARGO DELES SEGURAMENTE QUE PASSOU NOUTRA ANGOLA. SE NUNCA APONTARAM OU MATARAM ANGOLANOS, ¿DE QUE NACIONALIDADE ERAM AS CENTENAS DE MILHARES DE MORTOS? RECEBI NOTICIAS DA MORTE DE AMIGOS, CONHECIDOS E PARENTES, QUASE TODOS OS MESES, DURANTE ANOS (TALVEZ SE SAVIMBI ESTIVESSE VIVO CONTRAÍA-O MAIS PORMENORIZADAMENTE, A PARTE QUE LHE TOCOU) E OS ANGOLANOS PATRIOTAS QUE TIVERAM A VALENTIA DE REPUDIAR A PRESENÇA DE CUBANOS A VIVA VOZ SEGURO QUE JÁ NÃO ESTÃO VIVOS PARA CONTA-LO.

SR. BARATA, PARA SABER O QUE REALMENTE PENSAVAM NO SEU FORO MAIS INTIMO OS ANGOLANOS PATRIOTAS QUE ERAM E SÃO A MAIORIA E QUANTO REPUDIÁVAMOS A PRESENÇA DOS CUBANOS TERIA QUE SER UM DE NÓS OU DA NOSSA INTEIRA CONFIANÇA. ESSE TEMA SÓ SE TOCAVA QUANDO ESTÁVAMOS FORA DO TERRITÓRIO ANGOLANO (OS QUE PODIAM ENTRAR E SAIR DE LÁ, CLARO!) E ERA TAL O MEDO QUE, ALGUNS DOS COM QUEM CONVERSO, ATÉ HOJE, OLHAM A SUA VOLTA COM MEDO DE QUE ALGUÉM OS ESTEJA A OUVIR. BASTA DIZER QUE, EM ANGOLA, ESTAVA E ESTÁ PROIBIDO ATÉ TIRAR FOTOGRAFIAS OU FAZER FILMAGENS, OS ROLOS FOTOGRÁFICOS E AS MAQUINAS SÃO CONFISCADOS Á PARTIDA.

AS CHAMADAS TELEFÓNICAS E OUTRAS COMUNICAÇÕES SÃO VIGIADAS, NO INTERIOR DO PAIS, OS TELEFONEMAS PASSAM POR CENTRAIS TELEFÓNICAS ATENDIDAS POR OPERADORAS QUE ESCUTAM TUDO, A ESPIONAGEM É MOEDA CORRENTE.

- VOCÊ DIZ:
"Na simples comemoração do 30o. Aniversario, na Havana, Fidel Castro encarregou-se de ressaltar que nada de isto o fez Cuba sozinha, foi feito com a melhor colaboração o povo angolano e o auxilio da União Soviética que aportou o material militar."

- FALAR DA COLABORAÇÃO DO POVO ANGOLANO TÃO LEVIANAMENTE É OFENSIVO. EM PRINCIPIO, LOS 20.000 ADEPTOS QUE AGOSTINHO NETO TINHA EM LUANDA E OS POUCOS MILHARES DE GUERRILHEIROS QUE TINHA NA MATA FORMAVAM TODO O TAL "POVO" AO QUE SE REFERE. "POVO" ESTE QUE DIMINUIU Á MEDIDA QUE SE DAVAM CONTA DA EMINENTE INVASÃO CUBANA, AO SENTIR-SE TRAÍDOS SAIAM DO PAÍS OU SE MUDAVAM-SE PARA A MATA PARA ESCAPAR OU PARA JUNTAR-SE Á UNITA. DEPOIS DA SUSPEITOSA MORTE DE AGOSTINHO NETO EM 1979, DO ASSASSINATO DE MUITOS DOS SEUS COLABORADORES E DE QUE O SUBSTITUAM POR EDUARDO DOS SANTOS (UM ANGOLANO "FORMATADO" EM RÚSSIA E CASADO COM UMA RUSSA) PARA TRANSFORMAR O GOVERNO NUMA VERDADEIRA DITADURA SATÉLITE SOVIÉTICA SEM NENHUM RASTO DE NACIONALISMO, A PARTE DA POPULAÇÃO, QUE POR IDEALISMO DESENFORMADO, SE TINHA JUNTADO AO MPLA, PARALISOU-SE DE TERROR. NO TINHA SAÍDA. O SEU DINHEIRO NÃO VALIA NADA NEM DENTRO NEM FORA DO PAIS, UM KWANZA (MOEDA DE ANGOLA) TINHA O VALOR DE 30 UNIDADES POR UM DÓLAR NO MERCADO OFICIAL (SÓ VÁLIDO PARA OS CAPANGAS DO REGIME) E DE 3.000 UNIDADES POR UM DÓLAR NO MERCADO NEGRO PARA O POVO. DOCUMENTOS DE IDENTIDADE, PASSAPORTES, CERTIFICADOS DE ESTUDO, ETC., O NECESSÁRIO PARA QUALQUER QUE QUISESSE VIAJAR, ERAM IMPOSSÍVEIS DE CONSEGUIR. IMPOSSÍVEL SAIR POR TERRA, A POPULAÇÃO MAIS AFECTADA COM A PRESENÇA DOS INVASORES ESTAVA NA CAPITAL QUE ESTA SITUADA NA COSTA ATLÂNTICA E A 800KM DE DISTANCIA DE QUALQUER FRONTEIRA, POR TERRITÓRIO QUASE DESPOVOADO, COM ESTRADAS PERIGOSAS. ALEM DISSO DE QUE SERVIRIA CHEGAR ÁS FRONTEIRAS QUE DIVIDEM A TERRA DE NINGUÉM DA TERRA DE NINGUÉM OU A TERRA DE NINGUÉM DO DESERTO. APESAR DISSO ALGUNS ANIMARAM-SE A FAZE-LO, E DELES TAMBÉM UNS QUANTOS MORRERAM NA TENTATIVA. QUE LHE RESTAVA A ESTE POBRE POVO ABANDONADO PELO GOVERNO, O EXERCITO E AS FORÇAS DA PSP (Policia de Segurança Publica) PORTUGUESAS, ENCURRALADO E DESARMADO, QUE DIZER QUE SIM COM A CABEÇA E FAZER DE CONTA QUE AMAVA A TODOS OS QUE TINHAM O PODER E A FORÇA DAS ARMAS DO SEU LADO?

NÃO LHE CONVINHA A FIDEL FAZER ALARDE INTERNACIONAL DE ALGO, QUE ELE SIM, SABE QUE FOI VERGONHOSO COMO ESTO. SERÁ QUE VOCÊ NÃO O ENTENDEU OU TALVEZ SEJA UM DOS QUE VOLTOU DO INFERNO E ACREDITA NO FOLHETO DO HEROÍSMO (SE É ASSIM SINTO MUITO). PARA USO INTERNO DE CUBA SIM TINHA QUE DIZER ALGUMA COISA, DISCRETAMENTE... PARA A MAQUILHAGEM... PARA AS MÃES DOS "HERÓIS" MORTOS... E TALVEZ PARA OS QUE VOLTARAM DESSE INFERNO, PARA QUE NO PENSEM MUITO E NÃO TENHAM MOTIVOS PARA AVERIGUAR PARA QUE FORAM USADOS, DA DIMENSÃO DO CRIME PARA QUE FORAM USADOS, DA VERGONHA DE TER SIDO OBRIGADOS A AJUDAR OS SOVIÉTICOS A ROUBAR A DIGNIDADE E A VIDA DE OUTRO POVO. PIOR AINDA QUE HOJE, PODE-SE COMPARAR ESSA HISTORIA COM A QUE SE ESTA A PASSAR COM A INVASÃO DO IRAQUE, DO AFEGANISTÃO, ETC. TORNA-SE MUITO MAIS EVIDENTE ESTE FACTO.

EM RESUME; CUBA ALUGOU 50.000 GUERRILHEIROS A URSS PARA MATAR E DOMINAR O POVO DE ANGOLA, COM A CUMPLICIDADE DE PORTUGAL E DE ALGUNS FANTOCHES ANGOLANOS, VENDEPATRIAS, EM TROCA DE PODER E DE LIVRE PASSE PARA SAQUEAR LIVREMENTE, QUE LHES ABRIRAM AS PORTAS.

ANGOLA TINHA 8.000.000 DE HABITANTES PARA FAZER UMA GUERRA CIVIL, NÃO NECESSITAVA DE 300.000 ESTRANGEIROS MAIS PARA "AJUDAR". NECESSITAVAM-NOS OS DO MPLA, QUE NÃO TINHAM MAIS DE 20.000 ADEPTOS, QUASE TODOS CONCENTRADOS NA CAPITAL DE 400.000 HABITANTES, PARA PODER OCUPAR O GOVERNO INDEVIDAMENTE DEIXANDO OS OUTROS DOIS PARTIDOS FORA DO ESQUEMA. E FOI CONTRA OS MILITANTES DESSES DOIS PARTIDOS E DO POVO QUE ESTAVA EM CONTRA DA INVASÃO ESTRANGEIRA, QUE OS CUBANOS LUTARAM. MATARAM CENTENAS DE MILHARES DE CIDADÃOS ANGOLANOS QUE NO ESTAVAM COM O MPLA E QUE TIVERAM A CORAGEM DE DEMOSTRA-LO.

REITERO-O PORQUE TENHO VÁRIOS AMIGOS E PARENTES DENTRO DESSA CIFRA DE MORTOS, DE MUTILADOS, CEGOS, SEM BRAÇOS OU SEM PERNAS. (TALVEZ NO SEU MANUAL DIGA QUE ELES SE SUICIDARAM, AUTO MUTILARAM OU JÁ AGORA, FORAM SEQUESTRADOS POR OVNIS).

- VOCÊ DIZ:
"El homenagem foi para os combatentes mortos e o reconhecimento para as suas mães, filhos e esposas."

- A ESSAS MÃES, ESPOSAS, FILHOS, ETC. HAVERIA QUE DIZER-LHES QUE EM POLÍTICA NÃO HÁ CARIDADE E TERIA QUE DAR-SE-LHES UMA PERCENTAGEM DO DINHEIRO COBRADO POR FIDEL PELO ALUGUER DOS SEUS FAMILIARES A INTERESSES TÃO ESPÚRIOS E INCONFESAVEIS .

- VOCÊ DIZ:
"No fizeram falta advertências, era obvio: Angola foi o principio do fim da impunidade."

- DE QUE IMPUNIDADE FALA? DE QUE PRINCIPIO? DO FIM DE QUÊ?
SR. BARATA, A IMPUNIDADE FOI, É E CONTINUARÁ A SER EM TODO O PLANETA SE NÃO NOS DAMOS CONTA DE QUE A VERDADE É SÓ UMA: O NOSSO ESPAÇO TERMINA AONDE COMEÇA O ESPAÇO DE TODOS E CADA UM DE NÓS, SEUS HABITANTES! SE NÃO COMEÇAMOS A CHAMAR AS COISAS PELOS SEUS VERDADEIROS NOMES DE UMA VEZ POR TODAS E A ACTUAR DE ACORDO A ISSO, SEGUIREMOS CAMINHANDO DE UM EXTREMO AO OUTRO DE UM CIRCULO EM VEZ DE DESPEGAR POR UMA ESPIRAL DE EVOLUÇÃO SEM TER QUE PASSAR DUAS VEZES OU MAIS PELA MESMA CÍCLICA SITUAÇÃO.

SR. BARATA, ESTAMOS NO SÉCULO XXI, TEMOS O DEVER DE COMPORTAR-NOS COMO SERES MAIS EVOLUÍDOS E DE COMEÇAR A OLHAR PARA A CONDUTA HUMANA DO SÉCULO XX COMO SELVAGEM, PRIMITIVA, RETROGRADA, MATERIALISTA, ASSASSINA E PRINCIPALMENTE SUICIDA, INDIGNA DE SER REPETIDA.

- VOCÊ DIZ:
"Com os seus mortos e a sua bandeira retornaram os cubanos. De volta ao trabalho pacifico e criador. Sem rancores, dividas nem contas por saldar e sobre tudo sem nenhum bem material. Não há em Angola empresas cubanas e nenhum cubano possui acções ou propriedades lá."

- VOLTARAM COM A SUA BANDEIRA MAS DEIXARAM EM ANGOLA COMO BANDEIRA NACIONAL A DE UM MOVIMENTO FANTOCHE, COM INSÍGNIAS REPRESENTATIVAS DE UMA IDEOLOGIA FORÂNEA IMPORTADA DA URSS, USURPANDO O LUGAR QUE TERIA QUE TER UMA BANDEIRA NACIONAL APROVADA POR TODOS OS ANGOLANOS.

COMO PODERIA HAVER INTERESSES CUBANOS EM ANGOLA SE CUBA FOI APENAS O FORNECEDOR DE MERCENÁRIOS? OS MERCENÁRIOS SÃO ASSALARIADOS, COBRAM UM PREÇO PRÉ ESTABELECIDO E NÃO TÊM MAIS "VELA NO ENTERRO" QUE ESSA.

QUANDO SE VIU QUE OS EMPREGADOS QUE CORTAM A CARNE PEÇAM AO DONO DO TALHO A SUA PARTE NOS LUCROS? (ERA O QUE FALTAVA!), OS EMPREGADOS DO TALHO PODEM É ROUBAR O PATRÃO E OS CLIENTES SEM QUE ISSO CONTE NA CONTABILIDADE, É MAIS ATÉ PODE SER QUE O PATRÃO FAÇA A "VISTA GORDA"!!!

COM ISTO FICA EM EVIDÊNCIA O USADOS QUE FORAM, VISTO QUE, DEPOIS DE QUE VOCÊS ESQUARTEJARAM O MORTO, AS HIENAS (OS AMERICANOS, CHINESES, INGLESES E TODOS OS Etcs. CAPITALISTAS E ABUTRES IMAGINÁVEIS) APODERARAM-SE DOS PEDAÇOS DEIXANDO-OS A VOCÊS COMO CONVIDADOS DE PEDRA. COM ALGUMAS MIGALHAS DA ARTEIRICE, ASSALTO, PILHARIA E TRAFICO DE DIAMANTES "CLANDESTINO" PERMITIDO A TODOS OS "EXÉRCITOS" INVASORES COMO BONIFICAÇÃO!
E... FORA DO BANQUETE PRINCIPAL!

DE KUILO, (CONTRAPESO) DEIXARAM QUE FAÇAM O PAPEL DE IDIOTAS ÚTEIS PORQUE OS CONVENCERAM DE QUE ERAM OS ÚNICOS "HERÓIS" E DEIXARAM-NOS SAIR DE LÁ A GRITA-LO AOS QUATRO VENTOS!

A MEDIDA QUE O TEMPO FOI PASSANDO FORAM DANDO-SE CONTA DO ENGANO E COMEÇARAM A BAIXAR AS VOZES.

- VOCÊ DIZ:
"Carlota, a mulher que deu o nome á operação, foi uma entre o milhão de escravos africanos lançados sobre o campo cubano e que acompanhando os bisonhos soldados cubanos, regressou á terra dos seus antepassados para lavar a afrenta infringida pelo trafico de escravos, o maior, prolongado e injustificado crime cometido contra a humanidade."

QUE COINCIDÊNCIA QUE TENHAM IDO COM A SUA "TÃO NOBRE OPERAÇÃO CARLOTA" SÓ A ANGOLA, JUSTAMENTE O PAIS MAIS RICO NÃO É VERDADE? ¿ACASO OS ESCRAVOS QUE SAÍRAM DA COSTA DO MARFIM, GUINÉ , SERRA LEOA, NIGÉRIA, CABO VERDE, ETC., NÃO MERECIAM QUE SE LHES LAVE A AFRENTA TAMBÉM? E MOÇAMBIQUE? POBRE MOÇAMBIQUE... DEVIDO A QUE VOCÊS SE ESQUECERAM DELE, NÃO TEVE QUE PAGAR COM UMA TÃO GRANDE PERCA DE VIDAS DOS SEUS CIDADÃOS, NUMA PSEUDO GUERRA CIVIL, EM TROCA DE COMPARTIR O SEU TERRITÓRIO COM OS INDIANOS FUGIDOS DE GOA DAMÃO E DIO EM 1960 E COM OS SULAFRICANOS BRANCOS RACISTAS QUE SE ESCAPARAM DA ÁFRICA DO SUL. PUDERAM NEGOCIAR UMA PARTILHA INDECENTE EM VEZ DE SOFRER UMA INVASÃO ALEIVOSA.

É PRIMITIVO, CRIMINAL E APESTA A ESCUSA, UMA "VINGANÇA" APLICADA POR CIDADÃOS DO SÉCULO XX A CIDADÃOS DO SÉCULO XX PELO QUE FIZERAM OUTROS QUE VIVERAM NOS SÉCULOS XVII, XVIIII OU XIX.

- VOCÊ DIZ:
"É cedo ainda para avaliar todos os efeitos da epopeia angolana..."

ETERNAMENTE SERÁ CEDO PARA AQUILATAR TODOS OS EFEITOS E CONSEQUÊNCIAS DE TODAS AS ACÇÕES DA HUMANIDADE AO LONGO DA HISTORIA. NO NOS RESTA OUTRA ALTERNATIVA QUE CONHECER A VERDADE DO PASSADO, ANALISAR O PRESENTE PARA CORRIGIR CONDUTAS FUTURAS. A REALIDADE HOJE É QUE ANGOLA É UM IRAQUE SÓ QUE MAIS ANTIGO, NÃO COM DOIS SENÃO COM 30 ANOS DE UM PROCESSO DE DESTRUIÇÃO CONTINUA EM TODOS OS ASPECTOS MORAIS E MATERIAIS.

- VOCÊ DIZ:
"...que fez a Cuba mais forte e melhores aos cubanos.

- SEGURO QUE FEZ A CUBA MAS FORTE, QUE O DIGA FIDEL QUE COBRAVA MUITO BEM POR CADA MERCENÁRIO ALUGADO. MELHORES OS CUBANOS... CLARO!; OS MILHARES QUE MORRERAM, DESCANSARAM. OS QUE FICARAM LÁ A VIVER, SOBREVIVEM OU AVIVARAM-SE E VIVEM DE ATTACHÉS DOS CAPATAZES ANGOLANOS, TIRARAM UM DOUTORADO EM CORRUPÇÃO QUE FARIA SENTIR INVEJA A MUITOS SUL-AMERICANOS. OS QUE VOLTARAM COM SIDA, FORAM "PENTEADOS" DA ILHA AO SER "DEIXADOS ESCAPAR" PARA MIAMI, AONDE OS ABUTRES CAPITALISTAS OS USAM PARA SOCAVAR O GOVERNO DE CUBA, NÃO PORQUE OS QUEIRAM LÁ SENÃO PORQUE SERVEM OS SEUS INTERESSES... E... FORAM FELIZES E COMERAM PERDIZES! SÓ FALTARIA SABER QUE PASSA COM OS QUE VOLTARAM "SÃOS" OU MUTILADOS A CUBA, COM OS SEUS FAMILIARES E OS DOS MORTOS. HAVERIA QUE PERGUNTAR-LHES O QUE SENTEM REALMENTE SE É QUE PODEM DIZÊ-LO SEM TER QUE PENSAR DUAS VEZES NAS CONSEQUÊNCIAS QUE LHES TRARIA FAZE-LO. (TALVEZ ISTO O AJUDE, SR. BARATA, A COMPARAR E COMPREENDER MELHOR O POVO ANGOLANO QUE DIZ QUE "GOSTAVAM" TANTO DE VOCÊS.

- VOCÊ DIZ:
"Trata-se de um episódio que parte em dois a historia: antes e depois."

- O QUE MARCOU O ULTIMO DOS ANTES DEPOIS, EM CUBA, FOI O DESMEMBRAMENTO DA UNIÃO SOVIÉTICA, (A PAIXÃO DO INGÉNUO IDIOTA GORBACHOV PELA CAPITALISTA ASSASSINA MARGARET THATCHER PARA DESGRAÇA DOS POVOS DOS PAÍSES DA URSS QUE SALTARAM DA FRIGIDEIRA PARA CAÍREM NO FOGO) QUE TERMINO COM A SUA ETAPA DE SATÉLITES COM RESPONSABILIDADE SOCIAL DA URSS PARA PASSARAM Á DE SER TERRITÓRIOS DESTRUÍDOS, SEM IDENTIDADE EXPLORADOS PELO GOVERNO MUNDIAL CAPITALISTA DAS MULTINACIONAIS SEM NENHUMA RESPONSABILIDADE SOCIAL CLARO! CUJOS CIDADÃOS TIVERAM QUE ABANDONAR PARA SOBREVIVER COMO CIDADÃOS DE 5A. CATEGORIA NOS PAÍSES DA EUROPA OCIDENTAL.

(CREIO QUE, PARA CUBA, FOI O MELHOR QUE LHE PODE TER PASSADO, RECUPERO O RUMO DA SUA DIGNIDADE QUE VALE MAIS QUE O DINHEIRO. ADJUNTO ARTIGO DA MINHA AUTORIA COM RELAÇÃO A ESTE ITEM, ESCRITO HÁ UM TEMPO ATRÁS)

- VOCÊ DIZ:
"Depois de Angola, derrotado o imperialismo e enterrado o apartheid, África foi mais segura e todos os negros um pouco mis livres."

- HOJE ÁFRICA É MAIS SEGURA EM MUITOS ASPECTOS; O SIDA É UM SOUVENIR DE DISTRIBUIÇÃO MISSIVA. É QUASE SEGURO PERDER UMA PERNA SE SE SAI A PÉ FORA DO ASFALTO. O ANALFABETISMO É UM SEGURO ATRIBUTO DA MAIORIA DA POPULAÇÃO, A RIQUEZA UMA SEGURA CERTEZA PARA OS CAPATAZES E CAPANGAS DE TURNO. EM ANGOLA, O 13 % DE CRESCIMENTO, ANUAL, ACTUAL NO ALCANÇOU O 16% QUE USUFRUTUAVAM OS CAPATAZES DE PORTUGAL ANTES DE 75, MAS A SUA DISTRIBUIÇÃO É MUITO MAIS SELECTA, O POVO ESTÁ SEGURO DE QUE NÃO LHE TOCA NADA.

OS NEGROS DE PRIMEIRA SÃO MUITO MAIS LIBRES PARA ESCRAVIZAR OS NEGROS DE SEGUNDA, TERCEIRA E QUARTA. QUE VIVAM OS APARTHEID E OS RACISMOS ENTRE GENTE DA MESMA COR! PORQUE PARA QUANDO SÃO APLICADOS ENTRE GENTE DE UMA SÓ COR, SE LHES DÁ OUTROS NOMES MAIS SOFISTICADOS, MAS O QUE TODOS ELES ESCONDEM REALMENTE É A CRUEL VERDADE DA LEI DO MAIS FORTE E QUE VIVA A SUA LIBERDADE!

HA! QUASE JÁ ME ESQUECIA... É RARO QUE SENDO CUBA UM PAÍS AONDE HÁ GENTE DE MUITAS CORES VOCÊ SE REFIRA SÓ Á LIBERDADE DOS AFRICANOS NEGROS! E A LIBERDADE DOS DE OUTRAS CORES QUÊ? PARA SUA INFORMAÇÃO NÃO TODOS OS AFRICANOS SÃO NEGROS, COMO EM CUBA, SOMOS DE TODAS AS CORES; ESTAMOS MUITOS BRANCOS (COMO EU), MULATOS (QUE IRONIA... ALGUNS FILHOS DE CUBANOS), "PRETOS FULOS", CABRITOS, ETC. (NUNCA É TARDE PARA APRENDER ALGO, MAIS NÃO SEJA A NÃO SER SELECTIVO COM RELAÇÃO A ALGO TÃO INSIGNIFICANTE COMO A PIGMENTAÇÃO DA PELE).

NOTA: Á CONTINUAÇÃO PASSO A DEMOSTRAR-LHE COMO O SEU ARTIGO ESTÁ FEITO Á MEDIDA PARA DEFENDER TERRORISMO DE ESTADO DE POLÍTICAS SEM VERGONHA SEM IMPORTAR ATRAS DE QUE ETIQUETA SE ESCONDAM:

fim da 4a. Parte (continua)

ANGOLA - 34 ANOS DEPOIS DA OPERAÇÃO CARLOTA (5ª Parte)



Á CONTINUAÇÃO PASSO A DEMOSTRAR-LHE COMO O SEU ARTIGO ESTÁ FEITO Á MEDIDA PARA DEFENDER TERRORISMO DE ESTADO DE POLÍTICAS SEM VERGONHA SEM IMPORTAR ATRAS DE QUE ETIQUETA SE ESCONDAM:

OBS.: Deixo o artigo em original, acho que não vale a pena colocar nova tradução, pois o espanhol é de relativamente fácil entendimento para quem usa a língua portuguesa e qualquer duvida ele esta traduzido por partes no debate nos capítulos anteriores.
-------

"30 AÑOS DE ANGOLA: CRONICA MINIMA

Por: Jorge Gómez Barata
(ler o artigo original: http://www.consulcubacr.com/boletines/5.pdf )

----------------------------------

ESTE É O POSSÍVEL ARTIGO QUE PODERÁ VIR A SER ESCRITO POR QUALQUER SR. BARATA, NORTE-AMERICANO, OFICIALISTA, REPUBLICANO OU DEMOCRATA, NALGUM DIA FUTURO... :


A X ANOS DA LIBERDADE DO IRAQUE: CRÓNICA MÍNIMA

Por: qualquer Johns Smith Ex. Agente da CIA

COM DISCRIÇÃO E SOBRIEDADE, HUMILDEMENTE, EM WASHINGTON FINALIZARAM AS CELEBRAÇÕES PELO X ANIVERSARIO DA MISSÃO MILITAR NORTE AMERICANA NO IRAQUE, CONHECIDA COMO "OPERAÇÃO LIBERDADE DURADOURA".

NÃO HOUVE DESFILES, PROMOÇÕES, CONDECORAÇÕES*(talvez com mais condecorações), NÃO SE INVOCARAM NOMES DE CHEFES NEM INAUGURARAM ESTATUAS, SÓ SE HONROU A NOSSO COMPROMISSO DE LEVAR LIBERDADE E DEMOCRACIA AO MUNDO.

SE BEM SE NARROU COM POUCAS PALAVRAS E SE CELEBROU SEM FANFARRAS. A "OPERAÇÃO LIBERDADE DURADOURA" FOI A MAIS IMPORTANTE OPERAÇÃO COMBATIVA DESDE A II GUERRA MUNDIAL, A MAIOR CAMPANHA MILITAR*(150.000 homens de todas as nacionalidades disfarçados de americanos sem contar os norte-americanos verdadeiros num país petroleiro de 438.317 km. 2) DEPOIS DA SOVIÉTICA EM AFRICA*(mais de 550.000 mercenários cubanos ), E A MAIS LIBERTADORA E AUDAZ.

X ANOS DE INTENSOS COMBATES, NUM TEATRO DE OPERAÇÕES DE X Km2, A QUASE 11.000 QUILÓMETROS DE DISTANCIA DO ESTADOS UNIDOS, NO QUE SE DERAM ACÇÕES COMBATIVAS QUE ENVOLVERAM MAIS DE 150.000 COMBATENTES ESTADUNIDENSES*(talvez nomeiem aos britânicos, espanhóis y australianos, etc. para compartir as culpas). E NÃO MENOS DE 100.000 IRAQUÍS, SAUDITAS E KUWAITIS*. EM TOTAL MAIS(os infaltaveis vende pátrias alheias) DE X HOMENS NUMA CAMPANHA QUE INFLUIU NOTAVELMENTE NA HISTORIA DE LIBERDADE DE TODO O MUNDO ÁRABE.

EL ESPAÇO OPERATIVO EM QUE SE DESENVOLVIAM AS TROPAS E SE REALIZAVAM AS ACÇÕES ABARCAVA TODO O MUNDO ÁRABE. NESSE IMENSO TERRITÓRIO, AS TROPAS NORTE-AMERICANAS COMBATERAM CONTRA TERRORISTAS DE AL QUEIDA, SÍRIOS IRANIS E BANDAS NATIVAS*)* (talvez não se atrevam a tanto e os denominem só rebeldes insubordinados iraquis), NOS QUATRO PONTOS CARDEAIS. DEFENDERAM A ZONA PETROLEIRA KURDA, BAGDADE E AL BASRHA*( porto aonde, com os ingleses, embarcaram, contabilizaram e dividiram os "riscos petroleiros"). ESPALHARAM-SE PELO TERRITÓRIO DEFENDENDO AS FRONTEIRAS COM A TURQUIA E A SÍRIA E CONCLUÍRAM AS OPERAÇÕES COMBATENDO OS TERRORISTAS DE MÚQTADA EL-SÁDER EM ENCARNIÇADOS COMBATES EM TODO O TERRITÓRIO.

COM OS SEUS PORTA-AVIÕES ORGANIZADOS PELA INTELIGÊNCIA E OS SERVIÇOS LOGÍSTICOS DOS "MARINS", USA REALIZOU O TRASLADO DE UM CONTINGENTE MILITAR QUE NALGUM MOMENTO CHEGOU A DISPOR DE 450.000 HOMENS, EQUIPADOS COM TANQUES, HELICÓPTEROS, AVIÕES, ARTILHARIA PESADA, ARMAMENTO ULTRA SOFISTICADO, MEIOS, ENGENHEIROS E TODOS OS EQUIPAMENTOS QUE PRECISA UMA TROPA EM CAMPANHA, ENTRE ELES MUNICIONES, COMBUSTÍVEIS, SERVIÇOS MÉDICOS E ALIMENTAÇÃO.* (estes são privilégios para exercito "nacional". ¡os mercenários "que se arranjem"! o que quer dizer que se as arranjem como possam.)

DURANTE AS OPERAÇÕES, OS MILITARES NORTE-AMERICANOS E ALIADOS CULTIVARAM BOSQUES, CONSTRUÍRAM CAMINHOS, PONTES, AEROPORTOS, CRUZARAM INÓSPITOS DESERTOS, DEFENDERAM GRANDES CIDADES* (aparte da capital, solo lhes importou fazer obras desde os lugares aonde havia petróleo até aos portos aonde o embarcavam)

A LUTA NÃO SE empreendeU SÓ CONTRA OS TERRORISTAS INIMIGOS, DEU-SE TAMBÉM CONTRA AS ADVERSIDADES CLIMÁTICAS, AS DOENÇAS, A INSALUBRIDADE dAS CONDICIONES QUE IMPÕE A POBREZA, AGRAVADA PELA GUERRA CONTRA O "TERRORISMO"*(cidadãos acurralados que não querem a invasão estrangeira e lutam contra ela) DE ENORMES PROPORÇÕES, etc.

NAS ULTIMAS JORNADAS, ESTENDERAM-SE na DIRECÇÃO do IRÃO, e OS FUNDAMENTalistas SeNTIRam em perigo o SeU TERRITÓRIO. PÔS-SE Ao alcance DE SUS ARMAS, EXISTIu INCLUSO o periGO DE QUE o IRÃO apelara Ao EMPrEgO Das SUaS ARMAS DE DESTRUIÇÃO MISSIVA CONTRA As forÇas MILITARes NORTE-AMERICANAs.

o SALDO DA OPERAÇÃO "LIBERDADE DuRADouRA" NÃO Pode SER MElhOR: IRAque RECUPEROu a SUa LIBERDADE, a SUa INTEGRIDADE TERRITORIAL e o SeU PETRÓLEO, fizeram-SE FANICOS OS PLANoS DE SADDAM HUSsAiN e BIN LADEN PARA o meio ORIENTE, APRESOu-se A SADAN e OBrIGOu-se OS "REBELDES" A RECONHECER A RESOLUÇÃO 1441 DA ONU QUE AUTORIZAVA A procura DE ARMAS DE DESTRUIÇÃO MISSIVA e a ACEiTAR A TUTELA Dos USA como ÚNICO meio para ALCANÇAR o SeU NoVO e GLORIOSO CAMINhO.

Alem Do CONTINGENTE MILITAR, SERVIRAM no IRAquI, Em CONCEITO DE COLABORADORES CIVIS Ou ASSESSORES, perto de X TRABAlhADORES profissionais, ESPECIALIZADOS na INDUSTRIA PETROLEiRA, POLICIA PRIVADA, (instrutores de mercenários, sequestradores, especialistas em sabotagem e assassinatos selectivos) ABNEGADOS PERIODISTAS de CNN, FOX Y OUTRAS. PARA OS GENERAIS AMERICANOS, SERVIR E TRABALHAR NO IRAQUE OU PARA AQUELA MISSÃO, CHEGOU A SER IMPRESCINDÍVEL.* (principalmente para as petroleiras americanas e os falcões contratistas, claro!)

DE TÊ-LO QUERIDO, USA PODE TER PROCLAMADO UMA VICTORIA EM TODAS AS LINHAS E AGORA PODIA TÊ-LA FESTEJADO COM FANFARRA. NÃO O FEZ PORQUE*(essa invasão é a causa do geral repudio internacional) NÃO COMBATEU PARA HUMILHAR NINGUÉM NEM DEMOSTRAR FORÇA OU PODERIO E HOUVESSE PREFERIDO NÃO FAZÊ-LO.

EM TODA A CAMPANHA, a pesar DAS TENSÕES QUE LA GUERRA IMPÕE E DA JUVENTUDE DOS SOLDADOS OFICIAIS, NÃO HOUVE UM SÓ CASO, NEM SEQUER UMA QUEIXA PORQUE ALGUMA MULHER IRAQUÍ FOSSE OFENDIDA, NENHUMA AUTORIDADE LOCAL OU TRADICIONAL RESULTOU DESCONHECIDA E NENHUM SÍMBOLO OU INSTITUIÇÃO FOI MENOSCABADO. NUNCA UMA ARMA AMERICANA APONTOU, AMEAÇOU OU SERVIU PARA INTIMIDAR A UM CIDADÃO DAQUELE PAÍS E JAMAIS A POPULAÇÃO IRaquÍ REPUDIOU A UM COMBATENTE NORTE-AMERICANO.* (claro que só se referem as mulheres, autoridades, vidas e símbolos dos iraquis afines aos invasores)

NA Simples COMEMORAÇÃO Do X ANIVERSARIO, Em WASHINGTON, o presidente, sr. X, ENCARreGOu-se DE RESSALTAR QUE NADA DE iSTO O fez estados unidos sozinho, SENÃO COm a MElhOR CONTRIBUIÇÃO Do PovO IRAquÍ a AjUDA Do VALOROSÍSSIMO APORTE DOS MILITARES, QUE FORMARam a NUMEROSA COALIZÃO DE PAÍSES, QUE OS ACOMPANHOU.

a HOMENAGEM Foi PARA OS SOLDADOS MoRTOS e o RECONheCIMENTO PARA as suas MÃES, filhOS e ESPOSAS. NOA fizeram FALTA ADVERTÊNCIAS, ERA OBVIO: IRAque Foi o PRINCIPIO Do FIm Do TERRORISMO.

COm os SeUS MoRTOS as SUaS BANDEiRAS RETORNARam, TAMBÉM, OS VALENTES LATINO-AMERICANOS QUE COMBATERam HONROSAMENTE e ASSIM dignificaram a sua NACIONALIDADE NORTE-AMERICANA. DE VoLTA Ao TRABAlhO PACIFICO e CRiADOR. Sem RANCORES, DiviDAS Nem CoNTAS POR SALDAR e SOBRE TuDO Sem NENHUM BEM MATERIAL. NOA HA no iraque EMPRESAS suas Nem NENHUM POSsui ACÇÕES Ou PROPRIEDADES lá.

LIBERDADE, o VALOR QUE Deu o NOME á OPERAÇÃO, Foi o PRINCIPAL PILAR Em QUE SE FUNDAram OS ESTADOS UNIDOS e QUE ACOMPANHOU AOS jovens SOLDADOS AMERICANOS áS TERRAS do MEIO ORIENTE PARA LIBERtA-LAS Do FUNDAMENTALismo TERRORISTA DE AL QUEDA e BIN Laden, os MAS GRANDEs e INJUSTIFicados INIMIGOS de OCIDENTE.* (não acredito que tenham a ousadia de dizer da humanidade.)

ES CEDO AINDA PARA AVALIAR TODOS OS EFEITOS DA EPOPEIA IRAquÍ, QUE FEZ DE ESTADOS UNIDOS UM PAÍS MAIS SEGURO, FORTE E MELHORES AOS ESTADUNIDENSES.

DEPOIS DO IRAQUE, DERROTADO O REGIME DE Sadam Hussein E DERROTADO EL TERRORISMO, O MEIO ORIENTE FOI MAIS SEGURO TODOS OS MUÇULMANOS MAIS LIVRES.

PENSE SR. BARATA, PENSE... ANTES DE ESCREVER OUTRO ARTIGO QUE LHES POUPE O TRABALHO DE PENSAR AOS DESVERGONHADOS PIRATAS DO PLANETA PARA JUSTIFICAR OS SUS CRIMINES!

Atentamente,

Maria João Soares

                                                                   FIM
NOTA:

1 – podem encontrar o currículo de Jorge Gomez Barata no Google ou wikipedia-
2 – peço desculpas por algumas palavras ou expressões que usei na tradução por serem palavras castelhanas que não existem no português mas que são perfeitamente compreensíveis porque acho que são palavras com mais força e não tão gastadas pelo mau uso.
3- vou colocar aqui, após traduzido, um artigo que escrevi e se publicou em espanhol da minha analise da realidade cubana actual.

miércoles, 25 de noviembre de 2009

H1N1-O surto da guerra biológica europeia



Actualização em 18 de Novembro de 2009


Existe receio de que se tenha dado uma mutação no vírus H1N1 e que este se assemelhe agora ao vírus da gripe espanhola que matou mais de 50 milhões de pessoas, no início do século XX. Segundo os médicos da Ucrânia, o pulmão das vítimas apresenta-se negro como o carvão, algo que dá azo a uma nova preocupação. Nomeadamente, que o vírus da gripe suína tenha tomado uma nova forma mortífera.

http://www.youtube.com/watch?v=YEN3swiFcYY

Por Dra. Rebecca Carley

17 de Novembro de 2009

Hoje, a notícia mais importante no nosso Planeta é o surto de um vírus de guerra biológica avançada muito grave, na Europa. A segunda notícia mais importante é a supressão desta notícia, durante quase duas semanas, pelos principais meios de comunicação na posse de empresas.

Sabemos muitas coisas e outras tantas sobre as quais apenas podemos especular, quanto ao que se está a passar na Europa Central. Sabemos que em Outubro, há menos de um mês, houve um constante aumento de casos que se pensava ser gripe A/H1N1 (gripe suína), na parte ocidental da Ucrânia. Sabemos que muitas centenas se não milhares de pessoas viram avionetas aspergir qualquer coisa sobre cidades ucranianas, entre os dias 29 e 31 de Outubro de 2009. Sabemos que a partir do início da noite de 29 de Outubro um grande número de pessoas começou a adoecer. Sabemos que o governo ucraniano emitiu uma declaração negando que estava a levar a cabo pulverizações aéreas para combater o alastramento da doença ou que tivesse autorizado quaisquer pulverizações por cima de cidades ucranianas. Sabemos que a 30 de Outubro as autoridades ucranianas fecharam as escolas, durante 3 semanas, e que interditaram ajuntamentos públicos.

NÃO sabemos que doença as pessoas têm. Sabemos que os médicos falam da doença como sendo peste pneumónica, ou uma espécie de febre hemorrágica, ou influenza hemorrágica, ou pneumonia hemorrágica. Sabemos que a doença, seja ela qual for, não parece ser A/H1N1. Não sabemos se é uma recombinação de A/H1N1 com vários outros vírus, se é um vírus totalmente diferente, ou se, de facto, é mesmo um vírus. Sabemos que a Organização Mundial da Saúde, OMS, teve vários dias para conhecer a sequência da doença, mas não deu a conhecer os resultados.

Sabemos QUEM NÃO decretou que a Ucrânia ficasse de quarentena, nem que a zona da infecção fosse isolada, algo que também não fizeram no início do surto da gripe suína (A/H1N1) no México. Também sabemos que o facto de não terem travado o vírus logo no início permitiu que este se espalhasse pelo mundo inteiro.

Sabemos que a temperatura interna dos pulmões dos doentes terminais com o que muitos chamam ‘peste ucraniana’ é, frequentemente, de 54,4ºC a 57.2ºC. Sabemos que nas autópsias, os pulmões estão cheios de sangue, que são negros e que o tecido pulmonar aparenta uma espécie de papa. Sabemos que logo após os primeiros sintomas, as pessoas adoecem em menos de 48 horas, ou no próprio dia.

Sabemos que a doença estava a alastrar a cerca de 200.000 por dia, mas que abrandou agora para cerca de 100.000 por dia, na Ucrânia, dado estarem a tomar medidas extraordinárias para conter o seu alastramento. Segundo fontes oficiais, mais de 1.3 milhões de pessoas estão gravemente afectadas com esta doença, na Ucrânia, e que mais de 60.000 estão hospitalizadas em situação grave ou crítica. Sabemos que a doença tem uma elevada taxa de transmissão com, provavelmente, uma baixa quantidade de material viral (caso seja mesmo um vírus) necessária para causar uma infecção. Sabemos que o número oficial de mortes, na Ucrânia, fica abaixo dos 300. Também sabemos que é normal a taxa de mortandade das pessoas internadas em hospitais com IRA (infecção respiratória aguda) ser de 5% a 10%. Sabemos que fontes não oficiais estavam a registar mais de 3.000 mortes, há poucos dias, e que este número está mais em sintonia com a taxa de mortandade de 5-10% do que o número oficial.

Não sabemos quais os tratamentos eficazes para a doença. Mas sabemos que os jovens adultos parecem correr maior perigo dela. Suspeitamos que se está a dar uma tempestade de citocinas similar ao que se deu por altura da Gripe espanhola, em 1918, que matou cerca de 50 milhões de pessoas.

Sabemos, através de relatórios oficiais do Ministério da Saúde da Ucrânia, que a doença não dá positivo como gripe suína mexicana (A/H1N1). Não sabemos se a vacina existente contra a gripe A é eficaz, mas baseado na falta de resposta positiva aos testes da gripe A, suspeitamos que a vacina seja ineficaz dado a concha proteica viral ser diferente do A/H1N1 (se, na realidade, for um vírus a causar a doença).

Sabemos que a doença alastrou até à Polónia onde mais de 250.000 pessoas estão gravemente enfermos. Sabemos que alastrou até à Bielo Rússia, à Hungria e demais países da Europa Central. Sabemos que consta que 900.000 pessoas contraíram gripe A, na Noruega, mas não sabemos se isto está relacionado à peste ucraniana de alguma forma.

Sabemos que em 8 de Novembro um site sul-africano (fto.co.za) dizia o seguinte:

“Aviões suspeitos forçados a aterrar. Um avião NA-124 (de fabrico russo de longo alcance de transporte pesado) dos EUA alterou o seu sinal de chamada de civil para militar, algo que despoletou uma resposta da Força Aérea da Índia, ao entrar no espaço aéreo do Paquistão, obrigando o avião a aterrar em Mumbai, enquanto um segundo avião foi forçado a aterrar por aviões a jacto nigerianos e que prenderam a tripulação”.


“Consta que a Força Aérea do Exército de Libertação da República da China contactou os Serviços Secretos da Índia e da Nigéria, quanto à presença destes aviões ucranianos operados pelos EUA, muito preocupados de os Estados Unidos estarem a espalhar ‘agentes biológicos’ na atmosfera terrestre, algo que certas entidades chinesas acreditavam ser uma tentativa maciça de genocídio, através do alastramento da gripe A/H1N1.”

Estes aviões “transportavam sistemas de ‘eliminação de lixo’ que podiam deixar até 45.000 kg de produto através de sofisticados nano-tubos” colocados nas suas asas – chamados chemtrails (rastos químicos na atmosfera).

Sabemos que a Baxter International Pharmaceuticals enviou 72 quilos de material para vacinas contra a gripe humana H3N2 para 16 laboratórios de países europeus que continha o vírus activo H5N1 da gripe das aves. Sabemos que isto apenas foi descoberto depois que um laboratório checo ter testado o material em furões (os furões têm um sistema respiratório similar aos humanos) e estes terem morrido num curto espaço de tempo. Sabemos a Baxter ter declarado tratar-se de erro humano. Também sabemos que ‘erro humano’ é algo impossível, com os protocolos de restrição existentes na Baxter ou em quaisquer outros laboratórios modernos que utilizam a tecnologia Biosafty Level 3 (BLS-3).

Sabemos que, em meados de Agosto, Joseph Moshe, um perito da guerra biológica da Mossad, ligou para o Dr. A. do True Ott’s talk-show da rádio nacional e disse que a Baxter estava a preparar-se para lançar uma peste mortífera, dos seus laboratórios na Ucrânia, e que ele iria encontrar-se, dentro em breve, com advogados norte-americanos, em Los Angeles, para falar sobre este assunto. Sabemos que pouco mais tarde, Moshe foi detido por agentes federais e pela polícia de Los Angeles e levado para o Consulado de Israel. Sabemos que foi rapidamente enviado para Israel e que não voltou a fazer declarações.

Sabemos que, ao longo dos últimos três anos, um grande número de especialistas biológicos de vários países tiveram mortes estranhas, algo que foi comentado em várias publicações, no passado.

Sabemos que o súbito aparecimento da gripe suína mexicana (A/H1N1) teve, virtualmente, de ter sido um lançamento de um laboratório de guerra biológica. Sabemos que o A/H1N1 tem sequências de genes de três tipos diferentes de gripe suína (americana, asiática e africana), gripe aviaria, de dois tipos diferentes de gripe sazonal humana, e da gripe espanhola, e que tal combinação é tão pouco provável na Natureza que é virtualmente impossível que exista. Sabemos que a política da OMS, de não ter requerido a quarentena do México, garantiu que o A/H1N1 alastrasse pelo mundo.

Sabemos que a actual “vacina” contra a gripe A praticamente não foi testada, e que os laboratórios que a fabricaram estão protegidos contra processos por actos deliberados que resultem em mortes e que os países que compram as vacinas têm de assinar contratos no sentido de não tornar público informações negativas sobre a “vacina”. Sabemos que os aditivos publicados da “vacina” incluem substâncias altamente perigosas para a saúde humana.

Sabemos que os meios de comunicação na posse das empresas (com fortes laços com grupos bancários em todo o mundo) censuraram esta notícia como se jamais tivesse acontecido. Sabemos que o surto de uma doença mortífera que se está rapidamente a espalhar pela Europa é a maior notícia do mundo, mas que NÃO está a ser divulgada.

http://www.grifo.com.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=285&Itemid=99999999

"JUNTOS MAS NÃO MISTURADOS"



CAPITALISMO VAMPIRO MULTINACIONAL
O INIMIGO QUE NOS AMEAÇA: COLONIALISMO FASCISTA SEM RESPONSABILIDADE SOCIAL

Analisando o fascismo á luz do capitalismo VAMPIRO que nos invade agora, acabo por entender que o primeiro era "decente".
Os governos fascistas mostravam a cara; proibiam, apresavam, avassalavam, roubavam, matavam, em nome do estado. quando a alguém se lhe ocorre pedir contas de esses actos, si ha vontade, podem-se encontrar os responsáveis com nomes e apelidos.
Mas agora como vamos lograr encontrar os responsáveis dos danos que se estão infringindo aos incautos cidadãos de um mundo de " latrocínio globalizado"?
Atacados pelo poder de trusts, na sua maioria anónimos, que respondem a interesses escondidos detrás dos grandes cartazes de marcas globalizadas, que quando se gastam em demasia mudam de nome e continuam a fazer o mesmo.
"Governados", por poderes atomizados, em base a tratados internacionais de cuja autoria ninguém se responsabiliza, por "parlamentos de capatazes", "juntas", "comissões", ONGs, "Organizações", "carteies", etc. que funcionam ao som do que fabricam os "grandes bancos": o DINHEIRO! E com a sua impunidade garantida quando, por "desgraça", algum lacaio de esta conspiração é identificado e a "loja de vampiros" não o pode esconder enviam-no, para ser julgado, a territórios cúmplices o por "tribunais internacionais" anónimos e inacessíveis, funcionais aos seus interesses.
Este fascismo globalizado que nos ameaça não tem cabeça visível, não ha Hitler a quem julgar. após ter colocado USA em situação de poder chegar a implantar una lei marcial no seu território com o “Military Commissions Act of 2006”, Europa é o continente mais ameaçado neste momento porque é a experiência ponteira, aonde o "monstro" quer assentar as suas bases.
Os seus cidadãos estão amordaçados da pior maneira possível, a escravidão do crédito e a auto-censura por medo a perder o seu meio de vida. Estão com as sus identidades em perigo. De bloco de estados libres complementarios, para o que se puseram de acordo, estão-se a converter em propriedade do monstro capitalista vampiro mundial.
Os "governos nacionais" já são, em maior o menor grau, ilusão em quase todos os seus países. La cabeça esta em Bruxelas.
Lia ha pouco num artigo escrito por um portugués sobre a forma do "governo europeu": "a permanência de Portugal na UE. a UE, melhor dito a CEE, foi útil enquanto foi um espaço de concórdia e Paz; proporcionou uma melhoria das condições de vida e de justiça social, etc. Era uma associação de estados-nações livres." "Quando querem que tal evolucione para uma federação de contornos obscuros em que fatalmente a individualidade e identidade nacional se dilui, liderado por um bando de iluminados; por eventuais organizações transversais, poderosas, mas não representativas de nenhum grupo social, regao ou comunidade, que fazem do segredo a sua base de actuação e perseguem objectivos de Poder pouco claros, deixa de ser aceitável."* El "portugués" Durão Barroso, o mesmo que esteve com Blair, Aznar y Bush nos Açores para dar o pontapé inicial para a invasão ao Irak, é agora um dos principais capatazes cooperadores da entrega da Europa ao "vampiro", flanqueado por Frau Merkel e monsieur Sarkosy.
Todo este cenário leva-me a analisar o sistema que estão a aplicar os "vampiros" neste momento, os perigos que este acarreia e a desafiar aos que compartam o resultado desta analise a pensar medidas "cadeado" para evitar que na América do sul, (aonde abundam os opinologos plagiadores de "ideias" globalizadas dos messias dos vampiros), nos encontrem desprevenidos.
Usam "governos" de idealistas com boas intenções para juntar todos os "ovos" num mesmo cesto y depois, substituem-nos por "parlamentos o comissões" de capatazes que lhes entregam o cesto completo.
Este é o momento em que devemos ocupar-nos de este tema com os olhos bem abertos dentro do MERCOSUL para não ter que, como os europeus, preocupar-nos mais tarde.
Proponho, como ponto de partida, a premissa: "JUNTOS MAS NÃO MISTURADOS"

Maria João Soares
* por João José Brandão Ferreira
"Porque devemos sair da união europeia?"

A ÚNICA LIBERDADE!


Para destruir-nos qualquer caminho e correcto!
                   Para elevar-nos como humanidade os caminhos são poucos!

A dissociação do homem do resto do universo iniciou-se no momento em que decidiu ser criador de um DEUS a sua semelhança e conveniência inventando as religiões para sustentar e difundir a SUA existência.
Este foi o inicio da destruiçao do "sistema do homem" ao que estamos a assistir actualmente.
Salvo raras excepções, individuais ou de grupos minoritários, a busca da sintonia consciente com a Obra para harmonizar com o autor interrompeu-se nesse momento.
Iniciou-se uma falaz busca caprichosa e desordenada de uma "verdade sintética", "Bendita" por "sacerdotes", acompanhada por pensadores, filósofos, políticos e científicos desenvolvida no campo pendular entre a existência ou não desse Deus criado.
Cada vez que alguém, sem importar data ou lugar, se saía ou sai desse esquema e dava ou da mostra de padecer da enfermidade do "livre-pensamento", questionava ou questiona "a verdade" era e continua a ser excomungado, satanizado, demagogicamente combatido o tildado de "louco" pelo "sistema do homem".
O único caminho para reencaminhar a humanidade do século XXI é encontrando a DEUS através da CIÊNCIA, dissecando a sua obra para poder encontrar a verdadeira mecânica das sus leis.
Ao encontrar, ver e compreender as suas leis a humanidade poderá voar livremente dentro do Campo Unificado da criação sem daná-lo para chegar a sintonizar com o seu autor.
Ao acreditar na morte a humanidade deixa de preocupar-se pela responsabilidade da vida.
Maria João Soares